REGIÕES VITIVINÍCOLAS BRASILEIRAS

30/03/2010 00:58

 

RIO GRANDE DO SUL

 

Regiões/município:

 

Serra Gaúcha: Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Garibaldi, Farroupilha, Flores da Cunha, São Marcos, Monte Belo, Nova Pádua...

Fronteira: Santana do Livramento, Bagê, Dom Pedrito...

Serras do Sudeste:  Encruzilhada do Sul, Pinheiro Machado...

 

Área Cultivada: 31.000 ha (Serra Gaúcha: 29.730 ha – Campanha: 1.003 ha – Serra Sudeste: 270 ha)

 

Destino da Produção: Quase que a totalidade das uvas são destinadas à vinificação ou elaboração de suco de uva.

 

Principais Variedades: Isabel, Concord, Bordô, Chardonnay, Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Moscato, Riesling...

 

Características: Na Serra Gaúcha há predomínio de vinhedos conduzidos em sistema latada, com produção de variedades viníferas e americanas; os vinhos espumantes são destaques desta região. Na região da Fronteira e Serra do Sudeste há predomínio de variedades viníferas conduzidas em sistema espaldeira ou lira; em particular se destacam os vinhos tintos desta região.

 

 

SANTA CATARINA



Regiões/município:

Vale do Rio do Peixe: Videira, Pinheiro Preto, Iomerê, Fraiburgo, Tangará, Caçador...
Planalto Serrano: São Joaquim, Água Doce, Bom Retiro, Campos Novos....

Área Cultivada: 2.300 ha (Vale do Rio do Peixe: 2100 ha – Planalto Serrano: 200 ha)

Destino da Produção: Uvas destinadas a vinificação e elaboração de suco de uva.

Principais Variedades: Isabel, Niágara Branca, Concord, Bordô, Chardonnay, Sauvignon Blanc, Cabernet Sauvignon, Merlot.

Tipo de Viticultura: No Vale do Rio do Peixe há predomínio de vinhedos conduzidos em sistema latada, com produção predominante de variedades americanas; destaque para os vinhos brancos da cultivar Niágara e vinhos tintos da cultivar Bordô produzidos nesta região. Na região do Planalto Serrano há predomínio de variedades viníferas conduzidas em sistema espaldeira ou lira; esta nova região tem grande aptidão para a elaboração de vinhos tintos

 

 

PARANÁ

 

 

Regiões/município:

 

Região Metropolitana: Curitiba, Campo Largo...

Norte do Paraná: Marialva, Maringá...

 

Área Cultivada: 3.900 ha

 

Destino da Produção: Destaque para a produção de uvas de mesa. O estado é grande engarrafador de vinhos.

 

Principais Variedades: Niágara Branca, Niágara Rosada, Itália, Rubi, Benitaka...

 

Tipo de Viticultura: O Norte do Paraná se caracteriza por vinhedos em sistema latada com cultivo de uvas para venda in natura; a colônia japonesa desta região é a grande motivadora desta produção. Na grande Curitiba e proximidades estão instalados grandes engarrafadores de vinhos de mesa; grande parte do vinho envasado nesta região é trazido de outras zonas de produção do Brasil.

 

 

 

MINAS GERAIS

 

 

Regiões/município:

 

Região: Sul de Mina Gerais

 

Destino da Produção: Destaque para a produção de uvas de mesa.

 

Principais Variedades: Seyve Villard, Seibel, Couderc

 

Geografia da região:  Andradas está a 560 quilômetros da capital do estado, Belo Horizonte. O município tem como rio principal o Jaguari-Mirim, que atravessa a parte central do município vindo de Ibitiúra de Minas, onde se localiza sua nascente. Na porção norte destacam-se os ribeirões do Tamanduá e das Antas.

 

 

SÃO PAULO

 

Regiões/município:

 

Leste de São Paulo: Jundiaí, Vinhedos, Campinas, Valinhos, São Miguel Arcanjo, Sorocaba...

Norte de São Paulo: Jales....

 

Área Cultivada: 8.900 ha

 

Destino da Produção: Uvas destinadas ao consumo in natura. Parte destina-se a vinificação.

 

Principais Variedades: Niágara Branca e Niágara Rosada, Itália, Rubi, Benitaka, Clara, Linda, Morena...

 

Tipo de Viticultura: Os estado de São Paulo destaca-se pela produção de uvas para consumo in natura, com cultivo de vinhedos em sistema latada e lira, empregando tecnologias, como: cobertura plástica e irrigação que possibilitam realizar duas safras por ano. O estado também é responsável por um grande volume de vinho de mesa engarrafado. Este vinho, na sua maior parte, é comprado à granel de outras regiões do país..

 

 

BAHIA E PERNAMBUCO

 

Regiões/município:

 

Vale do São Francisco: Petrolina, Juazeiro, ...

 

Área Cultivada: 10.000 ha

 

Destino da Produção: Uvas destinadas principalmente para o consumo in natura. Parte destina-se a vinificação e elaboração de suco.

 

Principais Variedades: Tompson, Crimson, Itália, Red Globe, Festival, Benitaka Shirah, Cabernet Sauvignon, Moscato Canelli, Cheni Blanc...

 

Tipo de Viticultura: As condições de semi-áridas do clima desta região orienta para a necessidade de irrigação nos vinhedos. Conduzidos principalmente em sistema latada, estas uvas se destinam principalmente ao consumo in natura. Mais recentemente esta desenvolvendo-se a viticultura para elaboração de vinhos e sucos; em particular destaque para os vinho tintos e espumantes moscatéis desta região

 

Fonte: http://www.enologia.org.br/conteudo.asp?id_artigo=346&id_categoria=4&sTipo=artigo&sSecao=curiosidades&sSubSecao=&bSubMenu=1&sParamMenu=

—————

Voltar